Saturday, September 11, 2004

Transformação


"Todas as crises levam à transformação.
O processo de mudança pode ocorrer de forma consciente ou inconsciente, num grau superficial ou mais profundo, independentemente de todos os outros parâmetros sociais ou psicológicos, mas nada fica como estava. Mudar, aliás, é tão natural como respirar. Basta observar o processo de nascimento, vida e morte e todas as crises com que qualquer ser humano se depara ao longo deste encadear de acontecimentos. E embora hoje já se saiba que desde a concepção o feto é sensível ao estado psíquico da mãe e, consequentemente, às crises que ela possa atravessar durante a gravidez, a sua primeira grande crise pessoal ocorre, justamente, no momento do nascimento por via da separação efectiva entre os dois. O bebé recém-nascido dá, assim, o primeiro passo para a autonomia e crescimento e toda a sua vida será construída a partir da vivência das várias crises que se seguirão e que terá obrigatóriamente de enfrentar."

Ana C.

2 comments:

lobices said...

...tudo o que temos dentro de nós será sempre pouco para encher o que não existe nos outros... passei por aqui, Ana... :) *

Lua said...

Muito obrigada, lobito *