Wednesday, November 25, 2009

Odeio o Natal


Odeio o Natal, as prendinhas obrigatórias, as falsas caridades, as futilidades, as publicidades estúpidas a tentar vender tudo e mais alguma coisa, as criancinhas a fazerem birras porque querem o brinquedo não sei das quantas (e nem imaginam que há quem morra de fome...), o stress, a confusão... Não era suposto ser uma época de mais calma? Em vez de ser uma época focada na família e na união, o Natal passou a ser uma fútil e banal época de compras. Bah.

2 comments:

Mariza Matheus said...

Também não curto o natal. Acho que tem uma comercialização muito intensa e estresse por gastos desnecessários.

Abraço

Mariza

Ana said...

Exactamente. E aquilo que deveria ser o essencial do Natal desapareceu... *