Thursday, December 30, 2010

Hoje estou Franz


Franz Ferdinand - The fallen

Some say you're troubled boy
Just because you like to destroy
All the things that bring the idiots joy
Well, what's wrong with a little destruction?

Wednesday, December 29, 2010

Porque sim

Lie to me


Lie to me


Lie, while you're even early
...
'Cause what I don't know, is never gonna hurt me
...
Deceive me, then just walk away
Leave me, the truth will only kill me
...
One more bad excuse
Before you turn me lose
Give me something to remember you by
Couldn't you offer me
A little dishonesty
Promise me you'll try
You'll lie to me
...
And so you say you'll see me later
When you know you won't see me again
...
Please before you let go of me
Take me one more time
Appease me, tell me that you love me
That you haven't gone and change your mind
...
lie to me

Tuesday, December 28, 2010

Já sei

Andaste a ver Mad Men a mais.

Lucidez

Podia ter sido só um grande engano. Mas foi pior, foi um mau engano. 

Porto

Feels like home.

Monday, December 27, 2010

Sunday, December 26, 2010

In translation

«Vocês os dois ficaram lost in translation», dizem-me, não é uma alusão ao filme, mas podia, não sabem que ela tantas vezes confessou que sentia exactamente como aquela rapariga e desejava um segredo puro dito a um único ouvido, um segredo que não ouvíssemos, o tédio feliz e lasso das noites de Tóquio, nós a dormirmos na mesma cama sem nos tocarmos. «Lost in translation» porque não comunicamos na mesma língua, ela fala uma língua pragmática e exasperada, decidida e inquieta, eu uso uma língua idealista e seca, exaltante e hesitante, que nunca se encontram, nunca se equivalem, e eu penso à noite, talvez ela pense também, que vida seria essa, que vida teria sido a nossa, se alguma vez tivesse havido uma vida que fosse nossa? «Vocês os dois ficaram lost in translation», dizem-me, que resumo tão certo e triste.

Pedro Mexia

Wednesday, December 22, 2010

Durante todo este tempo fui inventando prolongamentos e adiamentos, quando na verdade tudo estava concluído. E eu, em negação, pedia um sinal definitivo, ainda mais definitivo, como um homem que pedisse um sinal a Deus, quer acreditar mas não aguenta tanto silêncio, ou nunca acreditou de todo e desafia deus. E nada acontece. Talvez isso não prove nada sobre Deus, mas prova alguma coisa sobre o homem? O homem também tem que se manifestar, tem que se manifestar a si mesmo, não aparecendo do nada mas escolhendo uma vida. E ainda não sabemos se escolheu a liberdade ou o desespero.

Pedro Mexia

This never happened

Get out of here and move forward. This never happened. It will shock you how much it never happened.

Don Draper

Set fire

Florence and the Machine - Kiss with a fist

Piada

“because when it comes to love, even freaks can’t wait forever”

- Meredith - Grey’s Anatomy

Tuesday, December 21, 2010


Goldfrapp - Dreaming
Um dia gravo um CD com as músicas que te associo.

Monday, December 20, 2010

Felizmente

Todos nós (ou quase todos) devemos um dia ter acreditado que amar sem sermos correspondidos seria melhor do que perder a pessoa amada. A estúpida ideia do "gostar pelos dois", como se o sentimento que temos dentro de nós fosse tão grande que nos permitisse ultrapassar o facto de não sermos retribuídos. Como se manter aquela pessoa a qualquer custo compensasse tudo o resto. As faltas de atenção, as declarações nunca feitas, o desinteresse, o olhar perdido no infinito. Há-de melhorar, dizemos para nós, há-de aprender a gostar de nós. Como se se tratasse de uma questão de treino e insistência. Infelizmente não é. Felizmente acabamos por percebê-lo.

Câmara de espelhos

Muitas vezes são as omissões as que dariam um sentido novo a factos que parecem não ter mais que apenas um motivo. A verdade é que vivemos numa câmara de espelhos na qual tudo se reflecte em tudo e em que tudo é, por sua vez, o reflexo de si mesmo. Quando nos pintam apenas uma imagem sem ter em conta o espelho, essa imagem está incompleta.

José Saramago

Saturday, December 18, 2010

Friday, December 17, 2010

Thursday, December 16, 2010

Please

Quero um Patrick Dempsey de prenda de natal.

Wednesday, December 15, 2010

Tuesday, December 14, 2010

A miragem

Não direi que a tua visão desapareceu dos meus olhos sem vida
nem que a tua presença se diluiu na névoa que veio.
Busquei inutilmente acorrentar-me a um passado de dores
Inutilmente.
Vieste - tua sombra sem carne me acompanha
Como o tédio da última volúpia.
Vieste - contigo um vago desejo de uma volta inútil
E contigo uma vaga saudade...
És qualquer coisa que ficará na minha vida sem termo
Como uma aflição para todas as minhas alegrias.
Tu és a agonia de todas as posses
És o frio de toda a nudez
E vã será toda a tentativa de me libertar da tua lembrança.

Mas quando cessar em mim todo o desejo de vida
E quando eu não for mais que o cansaço da minha caminhada pela areia
Eu sinto que me terás como me tinhas no passado -
Sinto que me virás oferecer a água mentirosa
Da miragem.
Talvez num ímpeto eu prefira colar a boca à areia estéril
Num desejo de aniquilamento.
Mas não. Embora sabendo que nunca alcançarei a tua imagem
Que estará suspensa e me prometerá água
Embora sabendo que tu és a que foge
Eu me arrastarei para os teus braços.

Vinicius de Moraes


Eu velejava em você
Não finja!
Como coisa que não me vê
E foge de mim...
A boca tremia,
Os olhos ardiam
Oh! Doce agonia
Oh! Dor de viver
De ver sua imagem
Que eu nunca via
Sua boca molhada
Seu olhar assanhado
Convite pra se perder
Minha alma cansada
Não faz cerimônia
Você pode entrar sem bater
Pois eu já velejei em você
E foi bom de doer
Mas foi, como sempre, um sonho
Tão longe, risonho
Sinto falta,
Queria lhe ver...

Mundo

Apetece-me mudar de cidade, país, profissão, cor de cabelo, gostos, hábitos, ideais, mundo. Ler mais, ver mais filmes, ir mais ao teatro, ir a mais concertos, ajudar mais, rir mais, descontrair mais, viver mais, conhecer mais países, mais pessoas, mais culturas, mais vidas, mais e mais. Tudo mais. Apetece-me sobretudo sentir-me sempre mais completa e melhor. O resto? Enquanto respirar, I'll make it happen.

gosto.

Javier Limón ft. La Shica - Agua misteriosa

Solo el tiempo, solo el viento, solo tuvo,
solo el color de tu pelo negro cuando me mirabas

Solo necesito que me digas que lo que siento no es locura
que tu lo sientes cuando me miras

Agua de una fuente misteriosa
bebieron mis labios de tu boca

Monday, December 13, 2010

Leaving

Também é preciso saber quando sair de cena.

Nah

Saturday, December 11, 2010

I knew that you would break my heart


Girls - Heartbreaker

When I look in the mirror I'm not as young as I used to be
I'm not quite as beautiful as when you were next to me
And all the times that I've tried to go out to see if you might be there
I will never get over you, I still got a lock of your hair

Cause when I said that I loved you honey
I knew it from the very start
And when I said that I loved you honey
I knew that you would break my heart
But why

There's a voice in the back of my head that says you're always going to be alone
Go turn the tv on, turn off the telephone
Cause all the times that I've tried to go out and find somebody new
You make me wish you would just come back home 

Como se não houvera
bosque mais secreto,

como se as nascentes
fossem só ardor,

como se o teu corpo
fora a vida toda,

o desejo hesita
em ser espada ou flor.


Eugénio de Andrade

Thursday, December 09, 2010

Foto de Jason Lee

about believing

- You know, intellectually I know that jealousy is absurd. But I see that it’s real for people. I even experience it myself.
- So… who are you jealous of?
- Angela. Hodgins. Cam. You.
- Why?

- Because you all want to lose yourself in another person. You believe that love is transcendent and eternal. I want to believe that, too.

Bones

Wednesday, December 08, 2010

Change

Change is literally the only constant in all of science.
Energy. Matter. It’s always changing. Morphing. Merging. Growing. Dying.
It’s the way people try not to change that’s unnatural.

The way we cling to what things were instead of letting them be what they are.
The way we cling to old memories instead of forming new ones. 
The way we insist on believing, despite every scientific indication, that anything in this lifetime is permanent.
Change is constant. How we experience change, that’s up to us.

It can feel like death, or it can feel like a second chance at life.
If we open our fingers, loosen our grips, go with it, it can feel like pure adrenaline.
Like at any moment, we can have another chance at life.
Like at any moment, we can be born all over again.


Grey's Anatomy

.

Tuesday, December 07, 2010

I want to be simple

I think you're either born simple or you're born...me.
I want to be the person who gets happy over finding the perfect dress.

Grey's Anatomy

Indeed

Monday, December 06, 2010


E amanhã (hoje) vou ao Teatro Aveirense ver o Filme do Desassossego. Aceita-se companhia. Senão vou sozinha. Está decidido.

.

Sunday, December 05, 2010

Apetece-me


Mozart - Piano concerto nº23

Let me know

What do you dream of?

Joshua Bell in a Washington metro stop during rush hour

Saturday, December 04, 2010

promise you'll never promise again
Tenho dó das estrelas
Luzindo há tanto tempo,
Há tanto tempo...
Tenho dó delas.

Não haverá um cansaço
Das coisas,
De todas as coisas,
Como das pernas ou de um braço?

Um cansaço de existir,
De ser,
Só de ser,
O ser triste brilhar ou sorrir...

Não haverá, enfim,
Para as coisas que são,
Não a morte, mas sim,
Uma outra espécie de fim,
Ou uma grande razão - 
Qualquer coisa assim
Como um perdão?

Fernando Pessoa

As usual


Keith Jarrett - I loves you, Porgy

Friday, December 03, 2010

So what's the point?

O que eu mais gostava em ti, afinal não existe.

Thursday, December 02, 2010

What do you know about love?

Rain on me, I'm not complaining
I'm soaking from my hat down to my shoes
Rain on me 'cause I'm believing
Love is something i get to lose
Lloyd Cole

I know


The Smiths - I know it's over

Acho que podia ouvir mil vezes seguidas a voz lânguida com que Morrissey canta "oh mother, I can feel the soil falling over my head".


"Oh Mother, I can feel the soil falling over my head
And as I climb into an empty bed
Oh well... Enough said
I know it's over - still I cling
I don't know where else I can go.

 Oh Mother, I can feel the soil falling over my head
See, the sea wants to take me
The knife wants to slit me
Do you think you can help me?
Sad veiled bride, please be happy
Handsome groom, give her room
Loud, loutish lover, treat her kindly
(although she needs you more than she loves you)
And I know it's over - still I cling
I don't know where else I can go
(Over and over and over and over, over and over...)
I know it's over
And it never really began
But in my heart it was so real
And you even spoke to me, and said:
"If you're so funny
Then why are you on your own tonight?
And if you're so clever
Then why are you on your own tonight?
If you're so very entertaining
Then why are you on your own tonight?
If you're so very good-looking
Why do you sleep alone tonight?
I know...
Because tonight is just like any other night
That's why you're on your own tonight
With your triumphs and your charms
While they're in each other's arms..."
It's so easy to laugh
It's so easy to hate
It takes strength to be gentle and kind
(Over, over, over, over)
It's so easy to laugh
It's so easy to hate
It takes guts to be gentle and kind
(Over, over)

Love is Natural and Real
But not for you, my love
Not tonight, my love
Love is Natural and Real
But not for such as you and I, my love

Oh Mother, I can feel the soil falling over my head"

Wednesday, December 01, 2010

NY, Novembro 2010

There's no such thing...free people.